Imprensa

Velours International importa software de gerenciamento de riscos para estrangeiros à negócios no Brasil

Artigo publicado em 17/12/2012 – TI Inside Online

Como parte do seu serviço de proteção pessoal, a Velours International no Brasil, importou um software que oferece uma simulação de gerenciamento de crise em tempo real para quem viaja ao Brasil à negócios. Para vivenciar uma situação de risco, mesmo que virtualmente, o software apresenta cerca de 50 situações de risco,  em que empregados são confrontados e devem escolher quais opções devem assumir para continuar a missão em segurança. Para cada opção apresentada, o empresário tem um conselho de como agir nas situações críticas.

 

Expansão do grupo Velours na América Latina

Artigo publicado em 07/02/2013

 

Após abrir nossa subsidiária em São Paulo em 2011, quando obteve cinco vezes o volume de negócios esperado, a Velours International expande seu know-how para Buenos Aires na Argentina. A escolha veio do desejo de diversificar seus investimentos no continente, assim como expandir sua capacidade de responder aos players no mercado Argentino, que apresentou em 2013, greves e problemáticas políticas e financeiras.

Oferecendo soluções para empresários e expatriados

Artigo publicado em 05/09/2012 – Le Petit Journal.

O Brasil é um país de realidades conflitantes, por um lado é um país de incrível potencial econômico, por outro, não possui a segurança desejada, o que compele estrangeiros a medidas de segurança diferenciadas das de outros países.

A Velours International oferece soluções sob medida;  protegendo seu negócio enquanto preserva o momento, oferecemos as ferramentas e treinamentos necessários para garantir até o mais alto nível de segurança, especialmente em áreas urbanas.

Palestra – A segurança das empresas no âmbito internacional

Artigo publicado em 30/10/2012 – Câmera de Comércio França-Brasil (CCFB)

 

Louis Bernard, fundador da antiga Layer Cake, hoje Crisotech, especializada na formação e simulação de gestão de crise e Laurent Serafini, CEO da Velours International, especializada no mesmo setor no Brasil, participaram de uma palestra organizada pela Câmera de Comércio França-Brasil em São Paulo. Entre as problemáticas relativas a segurança das empresas já internacionalizadas ou que exercem atividades internacionais e, seus colaboradores, foi abordado o Mr. Travel, primeiro software de serious game, para a segurança de viajantes à negócios e ressaltado o avanço tecnológico para situações de crise.

Roubo de infomação não requer força ou violência

Artigo publicado em 14/12/2012

 

Por vezes, o problema da Segurança Corporativa de muitas empresas, é focar na instalação de pessoal e material (câmeras e seguranças armados), sem identificar outras lacunas de vulnerabilidade, como a segurança da informação. O Brasil ocupa o 3º lugar como o país mais afetado por atividade ilegal na internet, com o custo de cibercrime em R$ 16 bilhões.

Especialista no acompanhamento de empresas em zonas de risco

Artigo publicado em 30/05/2012 – Le Petit Journal.

O Brasil possui o 6º maior PIB do mundo, e com a oportunidade de sediar algo como as Olimpíadas, aumenta o número de investimentos que atrai.

Os serviços oferecidos pela Velours, para expatriados e empreendedores, são desenhados de acordo com a mesma natureza que o Brasil propõe. Como resultado, os expatriados receberam ferramentas para se familiarizarem com o país da melhor forma para os seus negócios, as suas estratégias e as suas maiores viagens neste país.

Anuncia chegada da Velours International ao Brasil

Com faturamento € 1,5 Bilhão por ano, Grupo francês Velours Securité, instala sua primeira filial na América Latina, em São Paulo, Brasil. Expert em gestão de riscos, a companhia fez levantamento do cenário local e apresentou lista de serviços que inclui o gerenciamento de situações de sequestro de executivos, retirada de expatriados, escolta, entre outros.

Espionagem econômica e de informações corporativas 

Artigo publicado em 02/01/2013

 

Espionagem corporativa pode se dar de diversas maneiras, desde uma foto de um documento pessoal até invasões e alterações de sistemas. Um estudo feito pela PwC demonstrava que 32% das empresas brasileiras já haviam sofrido por cibercrime.

Entenda por que é necessario proteger as infomações da sua empresa

Artigo publicado em 07/2012 – Revista Fenacon

 

“(…) Na França, uma pesquisa revelou que metade das pequenas e médias empresas vítimas de um roubo de dados em P&D, quebrou nos dois anos seguintes”, afirma o sócio diretor Laurent Serafini. Especialistas de alto nível para roubo de informação podem ser contratados por cerca de 400 dólares ao dia. As práticas incluem simples roubos de documentos, fotos, roubo de um carregamento até informações extremamente confidenciais que colocam em risco o trabalho da empresa.

Posição estratégica

“Em 2011, a CCFB (Câmara de Comércio França-Brasil) recebeu 545 solicitações de informações sobre o Brasil, sendo 367 de companhias da França e 178 de brasileiras interessados pelo mercado francês (…)”, diretor da Ubifrance no Brasil, Benoît Trivulce. Trivulte associa o Brasil aos quatro “Cs”, complexo pelo sistema tributário, complicado pois exige presença constante, caro pela carga tributária e competitivo por ter empresas de diversas origens. É por isso que a Velours mantém contato contínuo sobre as necessidades reais de seus clientes.

Laurent Serafini, sócio-diretor da Velours, explica, o Brasil será até 2016 o país principal do mercado de segurança na América Latina, com cerca de 55% de uma fatia estimada de US$ 460 milhões de lucro anual.

Depois do Brasil, Velours International aposta na Argentina

A Velours International, que atende cliente clientes de setores como logística, hotelaria de luxo, automotivo e outros, chega à Argentina.

Na América do Sul, a subsidiária abriu sua primeira unidade no Brasil. Prestando serviços também para empresas localizadas na Colômbia e Paraguai.

Mega eventos e necessidade de segurança privada

Artigo publicado em 18/12/2012.

 

De acordo com a FIFA, a Copa das Confederações, que começará em pouco mais de seis meses, a segurança interna do evento deve ser feita pelo setor privado e, externa, público. As grandes questões abrangem os cursos e treinamentos necessários para os agentes. As necessidades de eventos de segurança também é competência da Velours.

Como evitar a espionagem corporativa

Artigo publicado em dezembro de 2012

 

O roubo de dados de empresas dificilmente é admitido, dado que a imagem das empresas é diretamente afetada por informações públicas desse teor. Muitas empresas acabam não lidando apropriadamente com o ocorrido e permanecem vulneráveis a essas situações. O ideal é reconhecer a fragilidade e antever as crises. A Velours entra efetuando auditorias, mapeando riscos operacionais, financeiros, jurídicos, de imagem; entre outros. A necessidade de um plano de gerenciamento de crise não está somente relacionada a ataques de hackers e crackers, mas também, à minuciosas falhas de segurança da informação mesmo que involuntárias como um simples telefonema.

Espionagem corporativa

Artigo publicado em dezembro de 2012.

 

O primeiro passo para proteger-se de espionagem, é reconhecer sua fragilidade. Empresas necessitam efetuar uma auditoria, mapear riscos operacionais, financeiros, jurídicos, de imagem. É crucial que seja feita a gestão de riscos para a implementação de uma rotina que irá proteger sua empresa das vulnerabilidades do meio corporativo.

Uso de redes sociais e riscos de vazamento de informações estratégicas

Artigo publicado em agosto de 2012.

 

Para fim de demonstração numa palestra, com a permissão da empresa, a Velours apenas com a análise de redes sociais conseguiu obter em 30 minutos os dados bancários da mesma. O vazamento de informações e fraudes custam milhões a cada ano e, é importante ressaltar, o Brasil ganha disparado como o país com o maior número de usuários online na América Latina, mas também se encontra em 5º no Ranking Mundial por quantidade de usuários.

Brasil é a aposta de empresas estrangeiras de produto tatico

Artigo publicado em 12/03/2013.

Empresas aguardam divulgação da Fifa sobre empresas contratadas para realizar a segurança dos estádios nos jogos da Copa das Confederações. A importação de produtos de segurança envolve a TR Équipement, empresa francesa especializada no desenvolvimento de equipamentos de segurança; a Velours International representa a TR Équipement no país

“Vemos uma oportunidade principalmente no treinamento náutico e no fornecimento desse tipo de armamento, já que muitos não são vendidos no Brasil”, sócio-diretor da Velours International, Laurent Serafini.

Área de segurança privada deve crescer 16% até 2016

Artigo publicado em 31/01/2013.

 

A aprovação do Estatuto da Segurança prevista para este ano, deverá inibir atividade ilegal, que causa, hoje, R$ 8 bilhões em prejuízos aos cofres públicos. A medida ajuda o Brasil como melhor mercado em segurança na América Latina, sem contar a inibição de trabalhos clandestinos, que não possuem IR e outros impostos, dificulta a competição do setor de segurança inclusive na questão dos preços.

Em 2012, o setor movimentou R$ 20 bilhões. Para os próximos três anos é previsto o crescimento de 16% desse setor.

Velours fatura 4x mais que previsto no Brasil

Artigo publicado em 21/03/2013.

 

Velours International, encerrou 2012 com faturamento de R$ 2,5 milhões em consultoria no Brasil, quatro vezes acima do previsto em seu plano de negócios na abertura da subsidiária no país, em julho de 2011.

A empresa atua com consultoria e auditoria; análise de riscos e vulnerabilidades (operacional, financeira, jurídica, de fraude, imagem e ambiental); controle de riscos; auxílio na penetração e adequação local; proteção de bens; gestão de informações e pessoal.